seg à sex das 9h às 17h

SP 11 93714-9530 11 98684-6831 PR 41 98871-0831 41 99853-9774 SC 48 99175-8303

Caminhoneiro autônomo e Transportador: A alta do combustível e redução no preço do frete impõe a necessidade de redução na prestação do financiamento bancário para imediato alívio financeiro.

Com o alto preço dos combustíveis e o preço baixo de fretes muitos caminhoneiros e empresários transportadores estão encontrando enormes dificuldades em manter a pontualidade no pagamento dos financiamentos bancários de caminhões que fomentam suas atividades.

Por outro lado, os bancos não têm dado qualquer margem de negociação amigável ou redução nos juros para pequenos atrasos, gerando como consequência uma prestação excessivamente onerosa ao financiado, praticamente impagável.

 

Ainda, muitos bancos têm ingressado com ações de busca e apreensão do caminhão logo quando há o atraso de uma única parcela do financiamento, sem ao menos considerar o histórico de pagamento do motorista financiado, e, após apreenderem o bem, ainda cobram e executam o saldo remanescente do contrato.

 

Portanto, a fim de evitar a apreensão do bem essencial à atividade profissional do caminhoneiro autônomo, ou fundamental à atividade econômica da empresa, encontra-se como alternativa viável a revisão do contrato bancário, com a possível redução de até 60% sessenta por cento da prestação do financiamento, em sendo constatada a existência de juros abusivos.

 

Com a revisão do contrato bancário e a quitação do contrato mediante acordo judicial com o banco, em valor justo e com os expurgos dos juros abusivos, não haverá nenhum empecilho para o financiado ou transportador voltar a financiar novamente, inclusive com o mesmo banco, pois não possuirá nenhuma pendência ou restrição financeira decorrente do contrato que revisou.

 

Perguntas frequentes:

  1. Quanto tempo leva para começar a pagar a parcela reduzida:

Em média até 30 dias após o ingresso da revisão o financiado já começa a pagar a prestação reduzida do financiamento, após despacho liminar do juiz.

  1. Quanto tempo leva o processo para terminar tudo?

O processo leva o tempo necessário para o cliente quitar o contrato do banco, variando de acordo com o número de parcelas que faltam, podendo ocorrer antecipadamente em caso de antecipação do pagamento pelo financiado. Na revisão do contrato pode haver redução, além do valor da prestação, também da quantidade de parcelas restantes.

  1. Vou poder financiar novamente com o mesmo banco?

A revisão de juros visa à quitação do contrato pelo preço justo do bem, mediante acordo com o banco homologado pelo juiz, sendo que após quitada a dívida, poderá o financiado financiar novamente, inclusive com o mesmo banco.

  1. Já estou com parcelas em atraso e possivelmente já exista ação de busca e apreensão, ainda posso entrar com a revisão de juros?

Sim, pois a revisão de juros vai possibilitar a defesa contra o banco em um eventual processo de busca e apreensão, ou seja, o financiado terá meios de se defender e preservar a posse do caminhão.

  1. Todo financiamento de caminhão tem juros abusivos?

Nem todo financiamento possui juros abusivos, pois a taxa de juros varia conforme o prazo contratado (quanto maior o prazo, maiores os juros), o valor dado de entrada (quanto menor o valor de entrada, maiores os juros), a linha de crédito oferecida (CDC com alienação fiduciária em regra tem juros elevados), e o banco escolhido (bancos privados possuem taxa de juros superiores e passíveis de revisão);

  1. O que preciso para saber se meu financiamento tem juros abusivos?

Entre em contato com o escritório, que será feita análise preliminar do seu contrato de financiamento, sem custo e sem compromisso, e, em sendo constatada abusividade, será informado em até 24 horas em como proceder.

 

 

Contato via whatsapp:

(41) 99853-9774

(11) 98684-6831

(48) 99175-8303

E-mail: adv@teixeiraeandreatta.com.br

Artigos Semelhantes